COACH DO DIA: DISCIPLINADOS PARA CRESCER!

lagar 3

“pois o Senhor disciplina  a quem ama, e castiga todo aquele a quem aceita como filho”(Hebreus 12:6).

A definição de disciplina em síntese é a coordenação de atitudes, pelas quais se ensina a alguém a desenvolver suas habilidades, ou para seguir determinado código de conduta ou ordem.

Existem muitas interpretações sobre o real significado da disciplina, ela pode ser enfocada positivamente ou negativamente. Positivamente é quando estamos conscientes de que a mesma é parte de um processo de ensino, com o objetivo e finalidade de proporcionar e desarrolhar habilidades e o caráter de uma pessoa. É negativa quando a interpretamos como uma punição, uma regra ou um castigo, sem que este tenha uma intenção de ensinar. Castigar não é punir. Deus não é um Deus de punição, mas sim um Deus que a todos que ama, corrige com um propósito de crescimento. Não é uma punição por causa do pecado, porque este já sofreu sua punição e foi pago por Cristo na Cruz.

Existe uma grande diferença entre punição e disciplina. O enfoque da punição é aplicar uma penalidade. Uma pessoa roubou ou matou e é penalizada por este ato. O propósito da disciplina é promover crescimento. O enfoque da punição esta no passado, um ato de delito feito. O enfoque da disciplina esta no futuro, o que uma pessoa pode tornar-se. A atitude por detrás de uma punição é a ira ou a raiva, mas a atitude por detrás da disciplina é o amor. Uma correção quando feita com ira ou raiva, o resultado será o resentimento. Um pai ou uma mãe, nunca deveriam disciplinar ou corrigir um filho, quando estão cheios de raiva, neste caso vão transmitir em lugar de amor, resentimento e raiva.

Portanto a disciplina é um processo para o crescimento de uma pessoa. Quando Deus disciplina, seu propósito é o nosso crescimento, a formação de nosso caráter, para fazer um polimento em nossos dons, para nossa santificação e sobre tudo para que sejamos melhores servos. É interessante ver o processo de Deus na vida daqueles que ele tem um propósito. Deus preparou Moisés por 80 anos, para então o chamar para iniciar sua missão, o povo de Israel teve que passar 40 anos no deserto, antes de conquistar a terra prometida, José passou por um processo doloroso, foi vendido como escravo por seus próprios irmãos foi difamado injustamente pela a mulher de Potifar e foi parar na cadeia, e depois de tudo isso, chegou o tempo em que Deus o levantou para ser a segunda maior autoridade no Egito, onde era um estrangeiro.

O processo de disciplina pode às vezes ser muito doloroso, mas se Deus permite que passemos por ele, é porque tem um GRANDE PROPOSITO PARA NOSSAS VIDAS.

É como o processo da elaboração do Vinho. Primeiro quando a uva esta amadurecendo, começa a ser atacada por algumas bactérias, que fazem com que sua casca possa fortalecer logo a mesma é colocada em um Lagar, onde é pisoteada, amassada, esmagada, para então tirar o suco, que depois passa por um processo onde é fervido em alta temperatura, para tirar as impurezas, logo passa por outro processo de vasilha em vasilha, processo de decantação para tirar as últimas impurezas. Depois de tudo isto, se coloca em barris, onde fica guardado por um tempo suficiente para madurar, o vinho novo não é bom, não está pronto para ser consumido. Depois é engarrafado e vai para a prateleira da adega, deve esta na posição horizontal, e aí fica até o tempo de ser consumido. Segundo os expertos em degustar o vinho, quanto mais antigo, melhor o vinho. Segundo eles antes de servir o vinho, um deve colocar a garrafa na sala onde vai ser servido, para que o vinho possa sentir o ambiente onde vai ser servido, depois o mesmo é degustado bem devagar. Se você serve demasiado vinho em uma taca, logo seus convidados vão ficar embriagados e não poderão apreciar o vinho.

Esta é uma alegoria do processo da disciplina de Deus em nossas vidas. O Vinho simboliza a vida e produto final de uma vida Crista madura. Primeiro quando começamos a madurar na vida crista, vêm as primeiras bactérias, tribulações da vida, que nos ajuda a fortalecer (A tribulação produz paciência) nossa fé, outras vezes vamos está no Lagar, onde seremos pisoteados por outros, aí vamos sentir dor, vão tocar em nossas feridas, e descobrimos então que ainda existem muitas impurezas em nosso coração, quando alguém nos ofende, ou sofremos uma perda ou decepção, aí reagimos e permitimos que o velho homem se manifeste. Somos levados ao caldeirão para ser fervidos e para tirar as impurezas, depois passamos de vasilha em vasilha, como disse a palavra: “Transformados”… De gloria em gloria.

Em outras palavras, é um processo constante. Com a presença constante do Espírito Santo, chegaremos a nossa meta: Ser como Jesus. (2 Coríntios 3:18). É importante que muitas vezes o Senhor vai nos enviar para prateleira ou para seu depósito, onde devemos ficar na horizontal, sinal de humildade, para amadurecer antes de iniciar sua obra. Não te esqueças de que antes de servir o vinho do Senhor com outros (pode ser experiências espirituais profundas ou mesmos algumas revelações da palavra), procure sentir o ambiente, para saber se estão preparados e então sirva pouco a pouco, caso contrário podem ficar bêbados com seus ensinamentos.

até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo”. (Efésios 4:13)

Odenir  Figueiredo Jr.

Capelão y Coach

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s