COACH DO DIA: VENCENDO AS INDECISÕES.

INDECISION

“Até quando vocês vão oscilar para um lado e para o outro? Se o Senhor é Deus, sigam-no; mas, se Baal é Deus, sigam-no”. (1 Reis 18:21).

“Se, porém, não lhes agrada servir ao Senhor, escolha hoje a quem irão servir se aos deuses que os seus antepassados serviram além do Eufrates, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra vocês estão vivendo. Mas, eu e a minha família serviremos ao Senhor.” (Josué 24:15).

Ser competente para tomar decisões é um grande privilégio. Tomar decisões nos ajuda a estar em controle de nossas próprias vidas. Nossas reais decisões são evidencias do que realmente somos. De outro lado, a dificuldade de tomar decisões complica muitos aspectos de nossas vidas. Pode impedir nosso crescimento emocional, pode nos levar a muitos fracassos, especialmente em nossas relações.  Contribui para repressão de nossos sentimentos, nos leva a um estado de deterioro de nossa saúde.

A indecisão cria em nós impotência, frustração, inveja, raiva, ressentimentos, cinismo e desesperança crônica. Muitos no conseguem tomar nenhuma decisão, mas na verdade é que como adultos livres não podemos evitar tomar decisões. No mundo encontramos dois tipos de pessoas, uma são aquelas que tomam decisões e outros são aqueles que abdicam de tomar decisões.  Estes por diferentes motivos sejam por medo, para evitar um conflito ou para estar bem com outros, ou complexos ou necessidade de serem aceitos, por baixa estima ou por uma falsa capa de humildade. A grande maioria não tomam decisões por medo do fracasso.

Em vez de fazer acontecer, esperamos que as coisas aconteçam.  Permitimos muitas vezes que outros tomem decisões em nosso lugar, ainda que saibamos que somos capazes de alcançar ou fazer o que desejamos. Isto me recorda a historia de um amigo que seu pai tomou a decisão sobre a carreira que tinha que seguir. Por satisfazer a vontade de seu pai, durante cinco anos seguiu a carreira elegida por seu pai, foram cinco anos de frustrações, para depois da formatura entregar seu diploma a seu pai e depois seguir a carreira que desejava . Nunca exerceu a carreira elegida por seu pai.  É triste que ainda hoje muitos estejam vivendo e realizando os sonhos de outros e não seus próprios sonhos, justo por não tomar suas próprias decisões.

Existe um grande numero de pessoas infelizes, fracassadas em muitas áreas, com oportunidades perdidas, vivendo em um estado de procrastinação prolongada e uma vida sem esperança e realizações.

A Palavra de Deus mostra que Deus desde o inicio da criação, deu ao homem o poder de tomar suas próprias decisões, seja para o bem ou para o mau, nos deu o livre arbítrio. Tomar decisões é fundamental em nossas vidas, seja espiritual, emocional, física, familiar, profissional ou no dia a dia.

Dr. Paul D. Meier e Frank Minirth em seu livro “Escolha ser Feliz”, fala da depressão e deixa claro que a Felicidade é uma decisão, assim como Amar é uma decisão. Devemos ter a faculdade de determinar onde queremos chegar, mas para isto, necessitamos de coragem e valor para tomar decisões.  Si quero fazer uma Dieta, esta é uma decisão que posso tomar ,escolher o que quero comer, com quem quero casar, com quem quero estar e onde quero estar, em fim se desejo ter saúde emocional, devo decidir quais são as prioridades de minha vida e tomar a decisão de lutar para que as mesmas sejam respeitadas, caso contrario não vamos viver nossas vidas e sim a de outros.

Na área espiritual cada um é responsável diante de Deus por suas próprias decisões. Si o Espiritual é importante em sua vida, que suas decisões sejam coerentes com seus princípios e valores espirituais.

A decisão é uma eleição, uma escolha, deve ser livre, o seja ninguém deve decidir por pressão ou coerção, deve ser integral, todo meu ser deve está comprometido e deve ser um compromisso de respeito com minha própria pessoa. É uma questão de dignidade, quando apenas faço o que outros desejam, muitas vezes estou prostituindo meus valores.

Dr. Theodore Issac Rubim em seu livro, “Overcoming Indecisiveness”, ensina oito etapas para aqueles que desejam tomar uma decisão.

1-Escute e observe todas as possibilidades, opções o escolhas relacionadas com a decisão a ser tomada.

2- Deixe s fluir seus sentimentos e pensamentos relacionados a cada possibilidade de eleição ou escolhas.

3-Medite e reflexione sobre estes sentimentos e pensamentos sobre cada opção e aplique os que realmente te tocam.

4- Escreva suas opções para estabelecer suas possibilidades.

5- Caminhe em direção a uma decisão final e conclusiva, iniciando um processo para ir descartando as opções não escolhidas.

6- Registe suas decisões.

7- Invista tempo e energia, de acordo com as decisões comprometidas com seus pensamentos e sentimentos, eliminando completamente as opções não usadas.

8- Transforme estas decisões em uma Ação efetiva.

Meu querido leitor, vencer suas indecisões é um processo vital para sua Saúde Integral, para sua felicidade, para sua autoestima e para seu bem estar Espiritual. Não permitas que ninguém e nada determinem suas ações, olhe na direção de Cristo e busque nele, a sabedoria e o discernimento par a toma de suas decisões.

ESCOLHA SER FELIZ, SEJA VOCE, DECIDA SER AUTENTICO E HONESTO COM VOCE, E DECIDA POR O MEHOR QUE DEUS JÁ TEM PREPARADO E GUARDADO PARA SUA VIDA.

Odenir Figueiredo Jr.

Capelão e Coach

 

Obrigado a todos, hoje comemoro 100 blogs escritos.

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s