COACH DO DIA: QUE DIRÃO ?

que diran

“Quem teme o homem cai em armadilhas, mas quem confia no Senhor está seguro”. (Provérbios 29:25)

 Que dirão? Esta talvez seja a pergunta que você esteja fazendo agora. Quantas vezes ficamos paralisados por esta pergunta? Quantas frustrações, desejos não realizados, sonhos paralisados, decisões não tomadas a tempo, abusos físicos e psicológicos que foram tragadas e feridas não curadas, só por causa do temor, ”DO QUE OUTROS Vão DIZER!”.

Em minha clinica de aconselhamento, conheci mulheres e homens, que por anos foram abusados, mas por causa do temor e uma falsa culpa tiveram suas ações paralisadas, deixando-os sem forças para parar estas relações de abusos. Eram prisioneiros de um sentimento de culpa falsa, consciente ou inconsciente, imposto em suas vidas por tradições e segredos familiares. “Pela preservação da imagem da família”. Lembro-me de uma jovem de 20 anos de idade, que havia sido abusada sexualmente por seu pai, desde os 11 anos. Seu pai a tinha como refém através de ameaças e sua mãe como o temor do marido, um abusador físico, proibiu sua filha de contar isto para outros, afinal era “um problema familiar”, um segredo de família.

Em outra ocasião, atendi uma jovem senhora, crente e fiel a Deus, mas que por mais de 10 anos estava sendo abusada física, psicológica e espiritualmente por seu marido, um líder influente em sua igreja. Era uma escrava de uma teologia machista de seu marido e de seu pastor. O marido exigia submissão sem questionamento e seu pastor de alguma maneira dava seu aval a este comportamento, “aconselhando” aquela Irma, paciência, tolerância e submissão total, esperando em Deus uma mudança.  Este e outros casos onde o preço foi pago por um sacrifício irracional para “salvar a família?”.

A necessidade de “MANTER AS Aparências” TEM sido uma armadilha perigosa e satânica, que tem impedido que o mal seja tratado. Muitos são os líderes, pastores, sacerdotes e homens influentes, que para manter as aparências, são capazes de ameaçar, chantagear, com a filosofia satânica de que “OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS”.

Al escrever estas linhas, meu sentimento é de raiva e indignação a esta “HIPOCRISIA DE NOSSA SOCIEDADE”, principalmente quando não querem enfrentar ou confrontar um pecado, mas sim colocar uma máscara ou jogar para debaixo do tapete, para poder manter as aparências de uma Igreja, instituição ou uma posição ou status, seja eclesiástico ou outro cargo. Muitas vezes penso que o preço do PECADO, é a promoção. É mais fácil e cômodo, transferir uma pessoa para outra posição ou igreja (paróquia), do que confrontar o problema do pecado.

Meu querido leitor/a, o Senhor Jesus nos chamou para sermos livres:” E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará “(João 8:32).

Chega de preocupar-se e ser escravizado, para “MANTER A Aparência”, e pelo temor do “QUE DIRÃO?” Em Jesus está nossa segurança. Não deixe de ser feliz, de ser você mesmo, de lutar por seus sonhos e metas, de realizar seus desejos, preocupado pelo que outros vão a dizer.

Examine seu coração diante de Deus, ore pedindo coraje para ser sincera com você mesmo, corajem de valorar sua vida, coragem para não ter medo da verdade. Tome hoje a decisão pela verdade que te fará livre em Cristo.

““ Coragem! Sou eu. Não tenham medo!”(Mateus 14:27)

 

Odenir Figueiredo Jr.

Capelão e Coach

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

w

Conectando a %s