COACH DO DIA: ESTÁ DOENDO!

dolor

Como capelão hospitalar por mais de 37 anos, passei a maior parte de meu ministério ao lado de pacientes e familiares no vale da Dor. Uma das funções do capelão é aprender escutar a DOR DA ALMA DO PACIENTE E SEUS FAMILIARES. A dor física em nossos dias pode ser controlada por potentes analgésicos, mas a dor da Alma é muito mais complexa e não passa com palavras mágicas, rituais ou algum outro anestésico da alma.
Em meus encontros pessoais com minha própria dor pessoal, vivida na perda de um ser querido ou na impotência sentida diante da dor vivida por alguém que amamos, tem me levado a uma dependência total do Senhor. Muitas vezes para nos proteger, intentamos anestesiar nossa dor e a de outros, espiritualizando a dor e usando a bíblia como uma vara mágica,assim como em outras ocasiões , não queremos confrontar nossa dor e mudamos de tema ou contamos uma piada ou até mesmo ignoramos a dor.
Como seres humanos a dor do outro nos incomoda. É interessante ver como este mecanismo de escape é usado nos funerais e até mesmo quando visitamos um amigo que esteja vivendo um tempo de dor.
Outro equivoco que tenho visto, são aqueles que intentam confortar, ou melhor, ”anestesiar” a dor do próximo, com a tendência de medir ou comparar a dor. Frases como: “Poderia ser pior”, “Melhor agora, do que…”, “você perdeu somente uma perna, conheço alguém que perdeu as duas”, “Seu pai ou sua mãe já estavam em uma idade avançada, descansou”, “Sua filhinha ou filho, agora é um anjo na presença de Deus”, “Foi a vontade de Deus”, “Não chores tenha fé”, “Deus sabe o que faz”, “Um crente não pode ficar deprimido ou triste, se isso acontece é porque não confia em Deus”, “Voce nao deve ficar triste, deve esta alegre, agora ela está com o Senhor”, “O Senhor levou seu filho, mas te deu mais dois para criar”.
Poderia continuar com uma lista de “anestésicos”, usados quando não somos nós que estamos passando pela dor. Em verdade o uso destes anestésicos provoca mais dor, além de um sentimento de culpa e impotência, impedindo o processo natural do luto e da perda de todo ser humano.
A grande verdade é que quando usamos estes anestésicos emocionais e espirituais com outros, estamos é projetando nosso medo e incapacidade de confrontar a dor e a morte. Temos dificuldade de processar nossa própria morte e dor.
Meu querido leitor, A DOR DA ALMA, é imensurável, é um sentimento de impotência diante da vida, é simplesmente a tristeza de uma perda, é a dor de uma separação de um ser que amamos, seja porque sabemos que já não temos muito tempo de vida ou por que o outro nos deixou.
Diante da DOR, CHORE, permita que a sua dor seja expressa, não reprima, não espiritualiza, não tenha medo da tristeza, esta é simplesmente um sentimento de saudade e impotência. Não intente anestesiar a dor de um amigo, simplesmente CHORE COM ELE, abraça , fique em silencio ao seu lado, ou se deseja faze alguma coisa mais objetiva busque ajudá-lo com algo prático. Muitas vezes em um estado de tristeza, uma pessoa perde sua objetividade, é hora de alguém cuidar dos tramites, de ficar com as crianças, de cozinhar, de passar um copo de água ou si desejas ser mais objetivo, em alguns casos, como uma enfermidade, acidente, ou a morte de um ser querido, implica para a família em um grande estresse financeiro, ajude a levantar uma oferta, ou mesmo uma cesta de alimentos e em alguns casos medicamentos e fraudas descartáveis. Isto não vai diminuir a dor da alma, mas vai ajudar em diminuir o estresse adicional vivido nestes momentos.
Si desejas, pode orar com esta pessoa, pergunte o que deseja falar com Deus, permita que a pessoa de sua agenda com Deus. Não intente defender a Deus, no caso da pessoa em seu momento de dor usar expressões como: “Porque Deus me abandonou?” “Onde está Deus?”, lembre-se Deus não necessita de advogados, estas expressões são apenas um clamor de dor. Jesus na cruz disse: ”pai porque me abandonou”, Jesus chorou, Jesus teve sua crise no Getsemaní, Jesus se entristeceu quando olhou para Jerusalém. Tudo isto fazia parte de sua humanidade, por tanto meu querido/a, sejas simplesmente humano e expresse sua dor.

Odenir Figueiredo Jr.
Capelão e Coach

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s